Planos de saúde: Brasil ultrapassa 50,5 milhões de usuários e tem maior número desde novembro de 2014

Entre as 23 unidades federativas, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro foram as que tiveram o maior ganho em números absolutos

O total de beneficiários de planos de saúde de assistência médica atingiu, no mês de abril, o maior número desde novembro de 2014, totalizando 50.573.160 de usuários. Segundo o Ministério da Saúde, a marca histórica acontece em um momento de crescimento do emprego formal no país e maior incremento nos planos coletivos empresariais. Já os planos exclusivamente odontológicos registraram 31.244.422 beneficiários, seguindo a trajetória de crescimento contínuo desde janeiro de 2022.

De acordo com o diretor de Desenvolvimento Setorial da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Maurício Nunes, esse aumento do número de beneficiários vem em consonância com outros dados que apontam para um aquecimento da economia do País, tal como o crescimento do PIB brasileiro em 1,9% no primeiro trimestre deste ano se comparado ao trimestre anterior.

“Como o setor tende a acompanhar o comportamento econômico, mantendo-se estável a economia, a expectativa é que essa tendência de crescimento nas duas segmentações se mantenha”, diz Nunes.

No que se refere aos dados por Estado, no comparativo com abril de 2022, o setor registrou aumento de beneficiários em planos de assistência médica em 23 unidades federativas, sendo São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro os que tiveram o maior ganho em números absolutos. Entre os odontológicos, todas as 27 unidades federativas registraram aumento no comparativo anual.

Para o diretor-presidente da ANS, Paulo Rebello, essa é uma marca histórica importante para o setor de saúde suplementar, que já presta assistência a 25% da população do Brasil.

“Sabemos que ter um plano de saúde é um dos três maiores desejos dos brasileiros e nosso compromisso enquanto agência reguladora é trabalhar por um setor cada vez mais eficiente e focado no cuidado com os pacientes”, afirma Rebello.

 

Fonte: Notícia Bahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *