Hospital de Salvador realiza primeira transposição uterina do Norte e Nordeste

Uma paciente de Salvador foi a primeira pessoa no Norte e Nordeste do Brasil a ser submetida a uma intervenção cirúrgica de transposição uterina. O procedimento foi realizado nesta segunda-feira (5), no Hospital Santa Izabel, e teve o objetivo de preservar a fertilidade da mulher, que foi acometida com um câncer no reto.

 

Segundo explicou a equipe médica, a transferência dos órgãos reprodutivos possibilitará que a paciente possa fazer as sessões de radioterapias necessárias para o tratamento do carcinoma sem que isso afetasse os ovários, trompas e o útero. Sessões de radioterapia nestes locais podem comprometer a fertilidade e causar uma menopausa precoce.

 

Ainda considerada experimental, a cirurgia consiste na retirada e realocação dos órgãos que poderiam ser afetados para a parte superior do abdômen, mantendo-os intactos durante o período em que passará pela terapia à base de radiação. No final do tratamento, as estruturas do sistema reprodutório serão recolocados no local original.

 

O primeiro relato sobre esse procedimento no Brasil é de 2017, na cidade de Curitiba. Atualmente, informou o Santa Izabel, a transposição é adotada em centros de saúde da Europa e dos Estados Unidos.

 

Fonte: Bahia Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *