Experts revelam erro gravíssimo que pais cometem ao medicar os filhos

Dar alguma medicação às crianças geralmente não é uma tarefa fácil. Por isso, a maioria dos pais recorrem a diversas táticas para acabar com o problema o mais rápido possível, a exemplo do uso de seringas para medir a dose do remédio. A prática, no entanto, é considerada perigosa por alguns médicos.

De acordo com a equipe de enfermeiras pediátricas da empresa australiana CPR Kids, é normal que alguns pais tenham em casa um tipo de seringa específica que pode medir uma dose muito grande – ou muito pequena – de medicamentos.

Em nota publicada Instagram, os especialistas liberaram uma imagem que ilustra o tipo de seringa inadequada. “Nestes estilos de seringas (onde há um tubo interno menor e um tubo externo mais largo), certifique-se em qual posição está o tubo maior para saber com precisão qual dose está sendo administrada”.

A foto mostra uma seringa cheia de líquido. Enquanto o tubo externo mais largo está marcando 5 ml, o menor aparenta estar na faixa dos 3,5 ml. A equipe, então, desenhou o local correto para medir a dosagem de remédios. “Leia a parte mais larga do tubo”, enfatizaram.
Eles ainda acrescentaram que era comum os pais ficarem confusos com esse design e cometerem o erro de olhar para o tubo interno. “Quando se trata de remédios, é muito importante obter a dose correta — não apenas para evitar overdoses, mas também para evitar a subdosagem.”

Ao final da publicação, os enfermeiros pediatras deram alguns conselhos adicionais para mães e pais que cuidam de seus filhos enfermos. “Sempre leia o rótulo e siga as instruções de dosagem. Ao administrar um medicamento prescrito, siga sempre as instruções dadas a você”, finalizaram.

 

Fonte: Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *