Exames confirmam que morte de namorada de piloto no interior de SP foi causada por febre maculosa

O Instituto Adolfo Lutz confirmou, nesta segunda-feira (12), que a morte da dentista Mariana Giordano decorreu de um quadro de febre maculosa. Ela e o namorado, o piloto Douglas Costa, morreram na última quinta-feira (8), após apresentarem febre, dores e manchas vermelhas pelo corpo.

 

De acordo com a CNN, a vítima teria notado marcas de picada de inseto em seu corpo após viajar para Campinas, no interior de São Paulo. Posteriormente, o casal viajou para Monte Verde, distrito do município mineiro de Camanducaia, mas ela começou a apresentar os sintomas no segundo dia de estadia.

 

Causada por uma bactéria transmitida por meio da picada do carrapato-estrela, a febre maculosa é uma doença infecciosa que provoca um quadro febril agudo, pode se apresentar de forma assintomática até casos mais graves, com grandes chances de morte.

 

Os sintomas da enfermidade podem ser confundidos com outras doenças que causam febre alta. Seu período de incubação é de dois a 14 dias. Os sintomas no casal começaram no dia 3 de junho.

 

Fonte: Bahia Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *