Contraceptivos de longa duração levam mulheres a buscarem proteção mais eficiente

Com a crescente popularidade dos contraceptivos de longa duração, mulheres têm buscado métodos cada vez mais eficientes. Muitos deles, como os implantes subcutâneos e dispositivos intrauterinos (DIUs), oferecem proteção contraceptiva estendida e eliminam a necessidade de intervenções regulares. Com o avanço da medicina, muitas opções eficazes se tornam tendências convenientes entre as mulheres.

Segundo um estudo realizado pelo Ministério da Saúde, o número de mulheres que optam por contraceptivos de longa duração aumentou significativamente nos últimos anos. De acordo com a ginecologista Milena Pessoa, se comparado ao uso de pílulas diárias ou preservativos, esses métodos são considerados mais eficazes e apresentam taxas de falha extremamente baixas, além de proporcionar maior comodidade, permitindo que mulheres se sintam mais seguras em relação à gravidez indesejada.

Os implantes subcutâneos têm se destacado como uma opção popular. Os pequenos dispositivos inseridos sob a pele do braço liberam hormônios contraceptivos por períodos, que variam de três a cinco anos, dependendo do tipo escolhido. Essa modalidade tem atraído a atenção das mulheres que desejam uma solução contraceptiva em longo prazo, sem precisar se preocupar com pílulas diárias ou outros métodos menos duradouros.

Outra alternativa são os DIUs, que são inseridos no útero e podem durar de três a dez anos a depender do modelo escolhido, como o de cobre. “Diferente dos métodos hormonais, os DIUs que não contêm hormônios se tornam uma opção para mulheres que preferem evitar determinadas substâncias”, afirma Milena Pessoa. Os DIUs medicados com progesterona, por outro lado, são uma excelente opção para aquelas pacientes que cursam com sangramento uterino aumentado. A ginecologista destaca ainda que os DIUs são reversíveis, ou seja, podem ser removidos a qualquer momento, caso a mulher decida engravidar ou optar por outro método contraceptivo.

A médica ainda ressalta que os benefícios dos contraceptivos de longa duração são inegáveis. Além de oferecer uma proteção contraceptiva confiável, eles também podem ajudar a reduzir o número de abortos indesejados e gravidezes não planejadas. No entanto, especialistas destacam a importância de consultar um profissional de saúde antes de optar por qualquer método contraceptivo, para avaliar as opções disponíveis e escolher aquela que melhor se adapta às necessidades individuais de cada mulher.

“Essa tendência representa um avanço significativo na saúde sexual e reprodutiva, proporcionando maior autonomia e liberdade de escolha para as mulheres no planejamento de suas vidas e famílias”, finaliza Milena Pessoa.

Fonte: Tribuna da Bahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *